Trabalhadores do metrô de BH anunciam greve a partir desta quinta-feira (23)

Em assembleia realizada no último domingo (19), trabalhadores se indignaram com os rumos da privatização e resolveram cruzar os braços a partir da 0h de quinta-feira.

Por Samara Tibúrcio

Os usuários do transporte de Belo Horizonte que sofreram nas últimas semanas com a paralisação dos motoristas do transporte coletivo dessa vez terão que lidar com a paralisação dos metroviários da capital.

Em assembleia realizada na Estação Central pelo Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais (Sindimetro-MG) e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro-MG) foi decidido pela categoria a paralisação dos serviços a partir de meia-noite de quinta-feira (23).

Cerca de 1.600 funcionários cruzarão os braços após insatisfação com a impossibilidade de transferência dos profissionais a outras unidades da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), responsável pelo controle dos modais. 

O metroviário Pablo Henrique, diretor de Comunicação do sindicato, declarou: “A gente quer o direito de ser transferido de unidade para todos os trabalhadores”. A equipe de comunicação da CBTU-BH afirmou ainda não ter um posicionamento sobre a paralisação dos funcionários e a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) informou que haverá um reforço nas linhas de ônibus que atende as estações.