Em meio à greve de ônibus em Ribeirão Preto vereadores derrubam decreto de aumento da passagem

O reajuste no preço da tarifa em Ribeirão Preto seria de R$ 4,20 para R$ 5,00 e começaria a valer na cidade partir do dia 15 de fevereiro.

Por Samara Tibúrcio

Após a Prefeitura de Ribeirão Preto anunciar o reajuste do valor da tarifa do transporte coletivo previsto para 15 de fevereiro, vereadores anularam o decreto por unanimidade.  O reajuste no preço da tarifa seria de R$ 4,20 para R$ 5,00, um aumento de 80 centavos.

O projeto, de autoria do vereador Marcos Papa (Cidadania), foi votado na Câmara pelos 20 parlamentares presentes na sessão. Segundo Marcos, 100% dos vereadores presentes me acompanharam na aprovação do Decreto Legislativo que tornou nulo os efeitos do Decreto do Executivo. Espero que o prefeito respeite a decisão desse Parlamento e não se arvore a condição de juiz”. Após a divulgação do aumento, usuários do transporte coletivo reclamaram do novo valor e das péssimas condições que os ônibus se encontravam. A prefeitura informou que ainda não foi notificada sobre a anulação do decreto e vai repassar o caso para o departamento jurídico.