Valores esquecidos continuam sem previsão de saque

Consulta aos valores que estava previsto para começar no dia 2 de maio foi adiada por conta da greve de servidores do Banco Central

Por Samara Tibúrcio

Após os servidores do Banco Central entrarem em greve a consulta ao chamado “dinheiro esquecido” que a princípio teria início no dia 2 de maio foi suspensa. Segundo o BC, a greve atrasou a implementação da ferramenta e até o momento não existe uma provável data para o retorno às consultas. 

“A greve dos servidores do BC prejudicou o cronograma de desenvolvimento das melhorias do Sistema de Valores a Receber (SVR). O prazo de retorno do SVR, inicialmente previsto para 2 de maio, será adiado. A nova data será comunicada com a devida antecedência”, declarou o Banco Central em nota.

De acordo com o BC existem cerca de R$ 8 bilhões em valores esquecidos e nesta primeira fase ficaram disponíveis cerca de R$ 4 bilhões para devolução seguindo os critérios de esquecimento, sendo:

  • Tarifas cobradas indevidamente, não previstas em Termos de Compromisso assinados pelo banco com o BC;
  • Parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, não previstas em Termos de Compromisso assinados pelo banco com o BC;
  • Contas de pagamento pré-paga e pós-paga encerradas com saldo disponível;
  • Contas de registro mantidas por sociedades corretoras de títulos e valores mobiliários e por sociedades distribuidoras de títulos e valores mobiliários para registro de operações de clientes encerradas com saldo disponível;
  • Entidades em liquidação extrajudicial;
  • Fundo Garantidor de Crédito;
  • Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito.

Nesta fase ocorrerão as seguintes mudanças:

  • Não haverá mais necessidade de agendamento. Será possível pedir o resgate dos recursos no momento da primeira consulta;
  • O sistema contará com informações novas repassadas pelas instituições financeiras. Ou seja, mesmo quem já resgatou seus recursos e quem não tinha valores a receber na primeira etapa deve consultar novamente o sistema, pois os dados serão atualizados e pode haver recurso novo.

 Veja a abaixo como resgatar o dinheiro:

  • Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br;
  • Use seu CPF e data de nascimento ou CNPJ e data de abertura da empresa para consultar se você tem valores a receber;
  • Caso positivo, guarde bem a data que o sistema vai lhe informar;
  • Se você ainda não tiver login Gov.br, faça seu cadastro gratuito no site ou pelo App Gov.br (Google Play e App Store). Você vai precisar de um cadastro Gov.br nível prata ou ouro para solicitar os recursos. Não será possível acessar o sistema com login Registrato;
  • Volte ao site valoresareceber.bcb.gov.br na data informada e use seu login Gov.br para acessar o sistema, saber qual o valor disponível e solicitar sua transferência,
  • Se você perder sua data de resgate, acesse novamente o site valoresareceber.bcb.gov.br em outro dia e o sistema vai informar uma nova data para retorno

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 2 =