Auxílio Brasil de 600 reais começa e ser pago nesta terça-feira

Veja como fica o cronograma de pagamentos com a antecipação da parcela. O valor de R$ 600 é o piso do programa Auxílio Brasil, e será pago as famílias que tiveram cadastro aprovado.

Por Samara Tibúrcio

A Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta terça-feira (9) a parcela de agosto do Auxílio Brasil. Normalmente, as datas de pagamento do Auxílio seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês. No entanto, uma portaria editada no início deste mês antecipou o pagamento da parcela para o período de 9 a 22 de agosto.

Outra novidade a partir desse mês será o adicional de R$ 200 que eleva o valor mínimo do benefício de R$ 400 para R$ 600 e será válido entre agosto e dezembro deste ano. Esse acréscimo no valor do benefício está dentro da Proposta de Emenda da Constituição (PEC) aprovada pelo Congresso Nacional recentemente.

Além do aumento no valor do benefício, a PEC ainda liberou a inclusão de 2,2 milhões de famílias no programa. Com isso, um total de 20,2 milhões de beneficiários em condição de vulnerabilidade social serão atendidos a partir deste mês.

Confira o calendário de pagamento do mês de agosto:

  • 9 de agosto: Beneficiários com NIS de final 1
  • 10 de agosto: Beneficiários com NIS de final 2
  • 11 de agosto: Beneficiários com NIS de final 3
  • 12 de agosto: Beneficiários com NIS de final 4
  • 15 de agosto: Beneficiários com NIS de final 5
  • 16 de agosto: Beneficiários com NIS de final 6
  • 17 de agosto: Beneficiários com NIS de final 7
  • 18 de agosto: Beneficiários com NIS de final 8
  • 19 de agosto: Beneficiários com NIS de final 9
  • 22 de agosto: Beneficiários com NIS de final 0

O ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento informou que está sendo criado um acesso a linhas de crédito consignado aos beneficiários do Auxílio Brasil. Segundo o ministro, uma portaria será editada em breve com as regras básicas para a oferta, os prazos, juros, valores e detalhes ainda não foram revelados pela pasta. 

“Estamos fazendo com que todas essas famílias [que recebem o Auxílio Brasil] tenham acesso a essa parte de crédito que o mercado formal traz para a população”, declarou o ministro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 − 6 =