Instituto Federal do Amazonas abre concurso com 142 vagas

Vagas para o IFAM são para os cargos de Técnico Administrativo em Educação e Professor .

Por Samara Tibúrcio

O Instituto Federal do Amazonas (Ifam) divulgou no Diário Oficial da União o edital de um concurso público para contratação de 142 vagas destinadas aos cargos de professor e técnico administrativo para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas.

89 vagas são para técnico administrativo para os seguintes cargos: Bibliotecário documentalista (5); Contador (4); Médico-Área: Clínico Geral (2); Médico Veterinário (2); Nutricionista (3); Pedagogo (6); Psicólogo (3); Técnico em Assuntos Educacionais (4); Assistente em Administração (27); Técnico em Enfermagem (5); Técnico em Contabilidade (2); Técnico em Agropecuária (5); Técnico de Laboratório/Área Informática (6); Técnico de Tecnologia da Informação (6); Técnico de Laboratório/Área Química (1); Assistente de Alunos (8).

53 vagas são para professores para as seguintes áreas: Administração (8); Agronomia/Ciências Agrárias (5); Artes (1); Automação/Controle (2); Bioquímica (1); Eletrônica (1); Eletrotécnica (1); Circuitos Elétricos (2); História (3); Informática (11); Instalações Hidrossanitárias e Saneamento (1); Letras – Língua Portuguesa/Espanhol (2); Letras – Língua Portuguesa/Inglês (2); Letras/Língua Portuguesa (1); Matemática (5); Medicina Veterinária (1); Meio Ambiente (1); Pedagogia (1); Automação Industrial (2); Tecnologia, Gerenciamento e Materiais da Construção (1); Produção Animal (1).

As remunerações variam entre R$ 2.403,06 a R$ 9.616,18 e a jornada de trabalho é composta por 20 a 40 horas semanais. As inscrições terão início no dia 2 de setembro e vão até o dia 23 de setembro via internet, no site da banca organizadora, Cefet Minas. O valor da taxa de inscrição varia de acordo com o cargo, sendo:

  • R$ 80,00 – (cargos de Técnico nível C);
  • R$ 100,00 – (cargos de Técnico nível D);
  • R$ 120,00 – (cargos de Técnico nível E); e
  • R$ 150,00 – (Professores).

Os candidatos do certame serão avaliados nas seguintes etapas:

  • Prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório com questões de língua portuguesa, raciocínio lógico, informática básica, legislação básica e conhecimentos específicos.
  • Prova de desempenho didático de caráter eliminatório e classificatório, somente para professores;
  • Prova de títulos de caráter classificatório, somente para professores.

O concurso terá validade de dois anos, a contar da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período a critério da administração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 − 1 =