Prefeitura de BH retoma obrigação de uso de máscaras em locais fechados

Obrigatoriedade do equipamento de proteção em Belo Horizonte ocorre após os aumentos no número de casos de Covid-19 nas últimas semanas.

Por Samara Tibúrcio

Após o número de casos confirmados de Covid-19 aumentarem em Belo Horizonte nas últimas semanas, a Prefeitura da capital anunciou a retomada da obrigatoriedade da máscara de proteção em locais fechados. O decreto com a nova determinação será publicado nesta terça-feira (14) e tem validade a princípio até o dia 31 de julho. 

A retomada do equipamento acontece um mês e meio depois de o uso obrigatório ter sido suspenso em locais fechados na capital, à iniciativa além de tentar frear o aumento no número de casos tem como objetivo controlar a incidência de doenças respiratórias que aumentou consideravelmente. 

As máscaras voltam a ser obrigatórias em escolas, shoppings, cinemas e permanecem em locais que mantiveram seu uso, como ônibus e unidades de saúde. E segundo a Prefeitura ainda será recomendado no decreto o uso do item em lugares abertos.

Em seu comunicado, a secretária Municipal de Saúde, Cláudia Navarro declarou. “A partir do momento em que nós obrigamos o uso da máscara, vamos não só diminuir a transmissão do vírus como também diminuir a transmissão de outras viroses, principalmente nas crianças e nos pacientes acima de 60 anos. Diminuindo as viroses, diminuiremos o total de atendimentos nos nossos serviços de urgência”. 

Segundo a secretária a vacinação está abaixo da meta, principalmente a segunda dose em crianças de 5 a 11 anos e a dose de reforço para idosos acima de 60 anos. “Precisamos fazer um trabalho junto aos pais e responsáveis que muitas vezes não levam seus filhos para a segunda dose”, declarou. 

De acordo com o último boletim epidemiológico publicado na última sexta-feira (10), só neste ano, mais de 90 mil pessoas foram infectadas pela doença e 589 morreram. Desde a retomada das aulas presenciais 1.729 casos da doença foram notificados em escolas públicas da capital e 33 turmas foram suspensas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − um =