Preço do etanol dispara em Belo Horizonte

Empresas de Belo Horizonte alegam que aumento ocorre pela dificuldade na produção e no transporte dos combustíveis

Por Samara Tibúrcio

O aumento do etanol segue pesando no bolso dos Belo-horizontinos, conforme levantamento de preços realizado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) na última semana o combustível teve um aumento de até R$ 0,30  na capital. Com os constantes aumentos no preço abastecer o carro com álcool em vez de gasolina não está compensando, o preço do etanol está custando 75% do preço médio da gasolina.

O valor médio de comercialização é de R$ 5,49, mas alguns estabelecimentos estão repassando aos motoristas por R$ 5,85, R$ 5,89 e até R$ 5,99 em bairros como Eldorado, em Contagem, Ouro Preto, na Pampulha, e na região Sul da capital. um aumento que pode variar até 15% no valor final. 

Segundo o sindicato Siamig que representa as indústrias do setor o aumento ocorre pela dificuldade de produção causada por problemas climáticos e no transporte do combustível. “Em virtude da seca, geada e incêndios ocorridos em 2021, quando teve início a safra (2022/23) de cana-de-açúcar em Minas e região Centro-Sul, está atrasada quando comparada aos anos anteriores”.

Sobre um possível risco de desabastecimento, hipótese levantada pelo Minaspetro, sindicato que representa os postos de combustíveis de Minas Gerais o Siamig afirmou. “A safra de cana já iniciou em algumas unidades e, na segunda quinzena de abril e início de maio, espera-se que a safra na região Centro-Sul se normalize”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 5 =